quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Qual será seu legado?

 


          


Hoje me peguei pensando nos legados que recebemos ou que poderemos deixar. Já chegou a pensar nisto?   O que  é  um legado? Qual será o seu?

 Conforme o dicionário é  uma disposição, feita em testamento, para benefício de outra pessoa. É  deixar algo de valor ou não.  Vem do latim, "legatus" que na época designava um general de exército romano.
No sentido jurídico,  a palavra legado, nos remete  a bens, heranças ou doações, e de forma imaterial, legados afetivos: herança cultural, lembranças, atitudes, exemplos e feitos  memoráveis.  
Te parece lúgubre pensar em seu legado? Se planejamos nossa vida, por que não pensar como será quando nos formos? Impossível não pensar como, por quem,  e pelo que seremos lembrados, ou até se seremos logo esquecidos.

Quando uma pessoa é famosa, será  sempre lembrada através de sua obra; entretanto, os pobres mortais, que não se destacam em alguma área, serão lembrados ou morrerão, quando aqueles que os amaram, também deixarem de existir ou os esquecerem?

Meus pais e irmãos deixaram  legados distintos e complementares.
Meu pai, suas conquistas através de muito  trabalho,  dedicação, esforço. Sempre salientou a necessidade de prepararmos nosso  futuro,  e virei professora devido a ele. Também me ensinou a poupar, definir prioridades, valorizar o que tínhamos. Herdei, também,  seu amor às viagens. Marcantes, também, eram sua vitalidade,  humor e brincadeiras.
A mãe deixou sua força, fé  e espiritualidade. Sua dedicação à família, seu amor à arte, seus escritos e pinturas. Laerthe, meu irmão mais velho e padrinho,  impossível  não  lembrar  de seus exemplos de correção, seus princípios retilíneos, seu desprendimento, e sua total abnegação aos seus.  Zé, meu outro irmão, também artista, como a mãe, em seus anos de juventude, era o "bon vivant".  Ficou dele, em mim, sua independência, rebeldia, contestação,  e autenticidade.

 Kain Ramsey em seu curso TCC,  ao falar sobre nossos objetivos de vida, destaca a importância de definirmos o que queremos deixar como legado para nossos sucessores. Como gostaríamos de ser lembrados?  O que gostaríamos que fosse inscrito em nossa lápide?
Ao pensar no que ficou em mim dos meus entes queridos, penso que gostaria de ser lembrada pelo meu amor incondicional ao meu marido, filhos e netos; meu embevecimento  pela natureza,  minha ânsia de conhecer/ saber mais sobre o ser humano, minhas postagens, com  resumo de  meus cursos,  e minhas reflexões, onde expresso minha alma.
Um epitáfio que me parece fiel é: "Cida, viveu e amou intensamente".
Talvez, através de minha escrita, os que me sucederem poderão  vislumbrar  um pouco de mim: meus amores,  alegrias, angústias, medos, etc.

Acredito que  permanecemos vivos na memória de nossos seres amados  pelas coisas que nos definem,  marcantes em nós.  Pode ser nosso olhar, jeito de falar, rir, nossas histórias, nosso gênio. As pessoas não marcam somente  pelo que têm de positivo, e bom, mas também pelo distinto, incomum, e até mesmo, negativo.  Somente lembramos quem nos marcou de alguma forma especial. 

 Há pessoas, com as quais não tivemos longo contato, mas foram importantes, especiais.  O legado não foi de coisas perecíveis, mas em  uma forma de ser; nos mudaram enquanto pessoas, em nossa essência. Ensinaram algo, nos tocaram em nosso âmago, nos transformaram.
Acredito que todos desejamos deixar um pouco de nós, que possa fazer alguma diferença na vida dos seres que amamos, e são importantes para nós. 
Pense nisto. O que você  quer legar?


"Live, love, laugh, leave a legacy". Stephen  Covey



CidaGuimarães
2010/2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um canal para que você se expresse livremente, questione, dê sugestões, solicite esclarecimentos. Solicitamos respeito à opiniões divergentes , ao contraditório, e uso de linguajar adequado e isento de ofensas verbais. Respeito às opiniões divergentes.